Espírito Santo

D Bol Steroidscash advance loans . What makes Viagra Strips better than other forms of this medicine is its easiness of usage.
Espírito Santo Jamile Beninca

O Projeto Meros do Brasil busca o conhecimento da espécie Epinephelus itajara (mero), criticamente ameaçada, tendo diversas frentes de pesquisa voltadas para a conservação dessa espécie marinha em ambiente natural. Nesse aspecto, no estado do espírito Santo, a Genética, a Biologia Pesqueira e o Mergulho Científico tem atuado em conjunto para responder questões fundamentais no entendimento dos grupos populacionais da espécie na costa brasileira.
A pesquisa genética no Projeto Meros do Brasil têm como objetivos determinar a diversidade genética, avaliar a estruturação dos grupos de meros (Epinephelus itajara) amostrados nos pontos focais ao longo da costa brasileira e identificar e testar marcas moleculares para a identificação da espécie em fiscalizações ambientais. Para tal serão utilizados marcadores moleculares nucleares (microssatélites) e mitocondriais. Tais resultados poderão subsidiar propostas e órgãos fiscalizadores para planos de manejo e conservação da espécie.
O estado do Espírito Santo guarda um passado de muitos registros de meros e histórias de grandes capturas. O projeto Meros do Brasil atua também nos municípios de São Mateus e Conceição da Barra investindo em ações de pesquisa para a conservação dos meros. Dentre as atividades realizadas está a coleta de material biológico e o mapeamento das áreas de ocorrência dos meros juvenis nos estuários da região, através da marcação e recaptura destes indivíduos. Os métodos de coleta incluem armadilhas tradicionais utilizadas na captura de peixes e siris.
Com o auxílio de mergulhos periódicos no norte do Espírito Santo, aplicando a metodologia de censo visual através de busca intensiva é realizado o trabalho de marcação dos indivíduos adultos a fim de validar a metodologia de foto-identificação. Esses esforços são associados ainda ao trabalho de marcação e recaptura de indivíduos juvenis nos estuários da região buscando agregar conhecimentos sobre as áreas/períodos de ocorrência e agregação da espécie, características físicas, ambientais, biológicas e comportamentais envolvidos no ciclo de vida do mero no litoral norte capixaba. O monitoramento das agregações de E. itajara, se apresenta como uma ferramenta útil e fundamental para o estabelecimento de um processo de pesquisa, monitoramento e gestão do mero e de outros peixes marinhos no Brasil.

CEUNES/UFES

No Espírito Santo O Projeto Meros do Brasil atua em parceria com o Programa Meros do que tem como principal objetivo agregar conhecimentos bioecológicos do mero (Epinephelus itajara), aplicando-os no manejo e conservação desta espécie e de seus habitats. Para isso, realiza pesquisas para subsidiar políticas públicas, além de desenvolver ações de educação ambiental envolvendo pescadores e escolas da região.
Os estudos genéticos têm sido conduzidos principalmente no Laboratório de Genética e Conservação Animal no Prédio de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical do Centro Universitário Norte do Espírito Santo, Campus de São Mateus da Universidade Federal do Espírito Santo (CEUNES / UFES).