Boldenone UndecyclenateFlorida Payday Loans can help you in trying times, but be sure to know the laws necessary for your loan application. Since its introduction in the market buying Cialis can be exclusively in pharmacy chains with a prescription from a doctor. I agree that this is very inconvenient and takes a lot of time and effort.

Em comemoração ao Dia Mundial do Animais, que é celebrado na data de 04 de outubro, as ações de pesquisa e conservação do Projeto Meros do Brasil estarão sendo divulgadas no Museu de História Natural Capão da Imbuia (MHNCI), mantido pela prefeitura de Curitiba.

 

DSC04572-2

 

O MHNCI é um parceiro de longa data do Projeto Meros do Brasil e do Instituto Meros, dando apoio logístico e científico no desenvolvimento de pesquisas com o mero e outras espécies de peixes marinhos.
 
O Museu do Capão da Imbuia, conta ainda com uma trilha suspensa em um remanescente de Floresta com Araucárias, além da exposição de dioramas que representam os ecossistemas brasileiros.
 
DSC04574-2
 
 
Visite:

 

R. Prof. Benedito Conceição, 407 - Capão da Imbuia, Curitiba - PR, 82810-080. Te: (41) 3267-2176.
Horário: Terça a sábado, das 9:00 as 17:00. 

 

 

 

O Projeto Meros do Brasil é realizado pelo Instituto Meros do Brasil, com o apoio de diversos parceiros ao longo da costa brasileira, comprometidos com a conservação marinha em nível global.

 

Visite nossa Fan Page no Facebook! 

Publicado em Notícias

Até dia 28 de junho, a exposição "Mero - O Senhor das Pedras", estará em exibição no Museu Nacional de História Natural e da Ciência - MUHNAC, na capital portuguesa, Lisboa.

 

 

A exposição, que é uma realização do Instituto Meros do Brasil, foi concebida e organizada pelos pesquisadores Maíra Borgonha e Áthila Bertoncini. Segundo Maíra Borgonha, "A exposição é pensada de forma a apresentar ao público das mais diversas origens o histórico de enfrentamentos na conservação da espécie mas também os esforços e conquistas do Projeto Meros do Brasil ao longo dos seus 13 anos de atuação". 

 

Durante a visita o público poderá desfrutar de uma experiência visual completa através das espetaculares imagens dos fotógrafos brasileiros Áthila Bertoncini, Luis Pessoa e Leonardo Bueno Poderá acompanhar as atividades de pesquisa desenvolvidas ao longo da costa brasileira pelos cientistas do Projeto. Também aprenderá mais sobre esse gigante, conhecendo o ciclo de vida da espécie, desenvolvido especialmente para o Projeto pela ilustradora premiada internacionalmente Diana Carneiro. Terá ainda contato com importantes registros históricos como o realizado por Waldemar Bucken, antigo pescador subaquático, colaborador do Projeto Meros do Brasil e hoje entusiasta na proteção da espécie.

 

 

A Exposição conta ainda com projeções de imagens e a exibição do vídeo que mostra as atividades realizadas entre 2012 e 2014 pelo Projeto. Ainda, o visitante se surpreenderá ao encontrar uma alegoria produzida por artistas em Caravelas, Bahia, vinda diretamente do Brasil. 

 

Segundo Áthila Bertoncini, que concebeu o projeto visual da Expo, “A montagem da exposição foi um imenso desafio pois foi produzida em sua maior parte a distancia e o seu sucesso só foi possível com o apoio dos colegas portugueses”. 

 

 

A exposição foi patrocinada pela Petrobras e tem os apoios Institucionais das Universidades Federal do Pará, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal do Espírito Santo, Associação de Estudos Costeiros e Marinhos, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, Instituto de Pesca de São Paulo, Universidade Federal do Paraná e Instituto Conservação Marinha do Brasil.

 

Quem visitar o Museu Nacional de História Natural e da Ciência poderá ainda  desfrutar de uma agradável visita ao Jardim Botânico de Lisboa (no mesmo local) e o Observatório Astronómico de Lisboa. Vamos nessa?

 

Se estiver pela linda Lisboa faça uma visita ao MUHNAC e aprecie nossa exposição. Marque o Projeto Meros do Brasil e publique sua foto nas redes sociais! 

 

Sobre o MUHNAC: O MUHNAC/Museus da Universidade de Lisboa tem como missão promover a curiosidade e a compreensão pública sobre a natureza e a ciência, aproximando a Universidade à Sociedade. Essa missão é atingida através da valorização das suas coleções e do patrimônio universitário, da investigação, da realização de exposições, conferências e outras ações de carácter científico, educativo, cultural e de lazer.

 

O Projeto Meros do Brasil agradece especialmente Diana Marques, Jorge Prudêncio, Nuno Vasco Rodrigues e Bruno Ribeiro pelo apoio incondicional na realização da Expo.

 

 

A exposição segue aberta a visitação até o dia 28 de junho. As visitas  podem ser realizadas de terça a sexta das 10h00 às 17h00 e aos finais de semana das 11h00 às 18h00. 

 

 

MUHNAC/Museus da Universidade de Lisboa

Rua da Escola Politécnica 56/58,

1250-102 Lisboa

Portugal

 

http://www.museus.ulisboa.pt

 

O Projeto Meros do Brasil  uma realização do Instituto Meros do Brasil

 

Visite nossa Fan Page no Facebook! 

Publicado em Notícias

De 26 de março até dia 28 de junho, a exposição "Mero - O Senhor das Pedras", estará em exibição no Museu Nacional de História Natural e da Ciência - MUHNAC, na capital portuguesa, Lisboa.

 

A exposição, que é uma realização do Instituto Meros do Brasil, foi concebida e organizada pelos pesquisadores Maíra Borgonha e Áthila Bertoncini. Segundo Maíra Borgonha, "A exposição é pensada de forma a apresentar ao público das mais diversas origens o histórico de enfrentamentos na conservação da espécie mas também os esforços e conquistas do Projeto Meros do Brasil ao longo dos seus 13 anos de atuação". 

 

Durante a visita o público poderá desfrutar de uma experiência visual completa através das espetaculares imagens dos fotógrafos brasileiros Áthila Bertoncini, Luis Pessoa e Leonardo Bueno. Poderá acompanhar as atividades de pesquisa desenvolvidas ao longo da costa brasileira pelos cientistas do Projeto. Também aprenderá mais sobre esse gigante, conhecendo o ciclo de vida da espécie, desenvolvido especialmente para o Projeto pela ilustradora premiada internacionalmente Diana Carneiro. Terá ainda contato com importantes registros históricos como o realizado por Waldemar Bucken, antigo pescador subaquático, colaborador do Projeto Meros do Brasil e hoje entusiasta na proteção da espécie.

 

A Exposição conta ainda com projeções de imagens e a exibição do vídeo que mostra as atividades realizadas entre 2012 e 2014 pelo Projeto. Ainda, o visitante se surpreenderá ao encontrar uma alegoria produzida por artistas em Caravelas, Bahia, vinda diretamente do Brasil. 

 

Segundo Áthila Bertoncini, que concebeu o projeto visual da Expo, “A montagem da exposição foi um imenso desafio pois foi produzida em sua maior parte a distancia e o seu sucesso só foi possível com o apoio dos colegas portugueses”. 

 

Como atividade adicional a exposição prevê uma palestra com os pesquisadores do Projeto Meros do Brasil entre os dias 08 e 09 de junho (a confirmar). 

 

Jorge Prudêncio

 

A exposição foi patrocinada pela Petrobras e tem os apoios Institucionais das Universidades Federal do Pará, Universidade Federal de Pernambuco, Universidade Federal do Espírito Santo, Associação de Estudos Costeiros e Marinhos, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, Instituto de Pesca de São Paulo, Universidade Federal do Paraná e Instituto Conservação Marinha do Brasil.

 

Quem visitar o Museu Nacional de História Natural e da Ciência poderá ainda  desfrutar de uma agradável visita ao Jardim Botânico de Lisboa (no mesmo local) e o Observatório Astronómico de Lisboa. Vamos nessa?

 

Se estiver pela linda Lisboa faça uma visita ao MUHNAC e aprecie nossa exposição. Marque o Projeto Meros do Brasil e publique sua foto nas redes sociais! 

 

Sobre o MUHNAC: O MUHNAC/Museus da Universidade de Lisboa tem como missão promover a curiosidade e a compreensão pública sobre a natureza e a ciência, aproximando a Universidade à Sociedade. Essa missão é atingida através da valorização das suas coleções e do patrimônio universitário, da investigação, da realização de exposições, conferências e outras ações de carácter científico, educativo, cultural e de lazer.

 

O Projeto Meros do Brasil agradece especialmente Diana Marques, Jorge Prudêncio, Nuno Vasco Rodrigues e Bruno Ribeiro pelo apoio incondicional na realização da Expo.

 

 

A exposição segue aberta a visitação até o dia 28 de junho. As visitas  podem ser realizadas de terça a sexta das 10h00 às 17h00 e aos finais de semana das 11h00 às 18h00. 

 

 

MUHNAC/Museus da Universidade de Lisboa

Rua da Escola Politécnica 56/58,

1250-102 Lisboa

Portugal

 

http://www.museus.ulisboa.pt

 

O Projeto Meros do Brasil  uma realização do Instituto Meros do Brasil

 

Visite nossa Fan Page no Facebook! 

Publicado em Notícias

Confira até o dia 3 de fevereiro a exposição "Mero, um brasileiro em perigo", do Projeto Meros do Brasil que acontece no Centro de Visitantes do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade) em Fernando de Noronha.

A exposição inaugura o Centro de Visitantes, que acaba de ser reformado pelos voluntários do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. A amostra conta com 13 banners com a história e atuação do projeto ao longo da costa Brasileira e tem o objetivo de sensibilizar turistas e moradores locais sobre essa espécie, a ameaça de extinção.

Além da exposição, o público pode conferir aos domingos a palestra com a estudante de Biologia da UNIRIO, Marcela Macedo de Mello, estagiária do Projeto Meros na ilha, no auditório do Projeto Tamar.

O Centro de Visitantes do ICMBio e o Auditório do Tamar estão localizados na Rua Eurico Cavalcanti na Vila do Boldró, e ficam abertos todos os dias das 8h00 às 22h00.

 

@petrobras

#petrobras

Publicado em Notícias